Preço dos imóveis sofre queda real de 1,09% em abril

Abril teve preços estáveis nos imóveis residenciais à venda.

Em abril, o preço dos imóveis residenciais à venda ficou estável pelo quarto mês consecutivo, o que mostra que a esperada recuperação do mercado imobiliário ainda é lenta. O Índice FipeZap, que acompanha o preço de imóveisanunciados para venda em 20 cidades brasileiras, sofreu uma leve queda de 0,01%.

Ao considerar a inflação esperada para abril, de 0,31%, o índice registrou queda real de 1,09% . A queda real é registrada quando o valor de um determinado bem tem uma alta menor que o aumento generalizado dos preços, medido pelo IPCA.

Vale destacar que a variação real não é obtida com uma simples subtração. Para realizar o cálculo, é preciso dividir a oscilação dos preços pela variação da inflação.

O comportamento dos preços não foi homogêneo entre as cidades monitoradas pelo Índice FipeZap. Doze das vinte cidades apresentaram queda no preço de venda em fevereiro, com destaque para Distrito Federal (-0,55%), Recife (-0,26%), Fortaleza e Rio de Janeiro (ambas com -0,21%).

Entre os municípios que maior aumento de preço, estão São Caetano do Sul São Caetano do Sul (+0,45%), Belo Horizonte (+0,41%) e Vila Velha (+0,30%).

O valor médio dos imóveis à venda anunciados nas 20 cidades encerrou abril valendo  7.546 reais por metro quadrado. Rio de Janeiro se manteve como a cidade mais cara do país, com metro quadrado médio de 9.641 reais.

Nos últimos 12 meses, o preço dos imóveis residenciais à venda acumulou queda de  0,70% e queda real, ao considerar a inflação, de 3,46%.

 

Fonte: Exame

Receba novidades e promoções

Deixe seus dados abaixo. Enviaremos novidades e oportunidades de negócio em primeira mão para você.